A proposta é que a rede seja administrada por um comitê gestor/moderador (CGM), que será responsável pela inserção/gerenciamento dos membros convidados e manutenção das diversas ferramentas.

As decisões relativas à governança da rede será feita pelo CGM. (Exemplo: em caso de utilização da rede para fins comerciais, o membro que o fizer poderá ser excluído/ banido da rede pelo CGM).

É importante citar que praticamente tudo o que será mostrado adiante, apesar de parecer um grande número de atividades, de alguma forma vem sendo utilizado de forma isolada.

Portanto, o principal objetivo da proposta é consolidar, estabelecer alguns padrões e principalmente democratizar essas ferramentas.